ambientes


O texto que escrevemos em ambientes matemáticos é escrito, se nada se fizer para o prevenir, em itálico e tudo junto ou seja, a frase: “texto com algumas palavras” fica escrita assim: texto com muitas palavras.

Para evitar esta má formatação, devemos usar o comando \textrm que permite escrever texto formatado em ambientes matemáticos.  Assim, usando o comando mencionado podemos escrever:

\displaystyle \frac{1}{2}, \textrm{ \'e um \textbf{n\'umero racional}}

usando apenas

\[\frac{1}{2}, \textrm{ é um \textbf{número racional}}\]

NOTA: como o wordpress não suporta acentos em latex tive de usar as velhas formas \’e e \’u para escrever o texto acima.

Mas se não houver qualquer acento ou não quisermos escrever simplesmente uma fórmula(com letras claro!) sem letras em itálico, podemos usar o comando \mathrm dentro do ambiente matemático:

\mathrm{x=\displaystyle\frac{-b\pm \sqrt{b^2 -4ac}}{2a}}

que se obtém escrevendo:

\mathrm{x=\displaystyle\frac{-b\pm \sqrt{b^2 -4ac}}{2a}}

Uso este comando quando não tenho de usar acentos nem parênteses ou quando quero colocar toda a equação com esta formatação uma vez que podemos por o mathrm a envolver a equação em si porque os símbolos que não são letras continuam a ser considerados como símbolos matemáticos impossíveis de considerar em ambientes de texto.

Há variações deste comando:

  • \mathit – para itálico
  • \mathbf – para negrito
  • \mathsf – sans serif
  • \mathtt – typewriter
  • \mathcal – caligrafia
NOTA: como se viu acima, estas versões também existem para \text mas são mais usuais.

Quando não chega criar um novo comando para realizar algumas tarefas repetitivas, como por exemplo por algum texto em itálico mas também com margens diferentes, linhas horizontais a delimitar esse pedaço de texto, etc, temos de criar mais do que um comando, temos de criar um novo ambiente que será iniciado como qualquer outro ambiente, com o \begin, e terminado com \end.

Para criarmos um novo ambiente usamos o comando

\newenvironment

A sintax do comando é simples:

\newenvironment{nome_do_ambiente}{comandos iniciais}{comandos finais}

Por exemplo:

\newenvironment{questao}

{

\medskip

\hrule

\medskip

{\bf \small Questão:}

\begin{it}

}

{

\end{it}

\medskip

\hrule

\medskip

}

gera um ambiente que se inicia com

\begin{questao}

coloca uma linha horizontal, depois escreve a palavras Questão: em negrito e a tamanho small, todo o texto aparecerá em itálico e coloca uma linha horizontal no fim. Terminamos com

\end{questao}

Nesta primeira incursão pelos ambientes existentes em \LaTeX vou focar-me nos ambientes relacionados com a Matemática.

1. Escrever matemática em parágrafos

Temos 3 alternativas quando queremos escrever fórmulas em parágrafos:

  • Usar o ambiente math
    Exemplo:
    Texto texto texto \begin{math} Expressão matemática \end{math} texto texto…
  • Usar o símbolo $
    Exemplo:
    Texto texto texto $ Expressão matemática$ texto texto…
  • Usar os símbolos \( e \)
    Exemplo:
    Texto texto texto \(Expressão matemática \)

2. Colocar as fórmulas destacadas

Muitas vezes queremos colocar as fórmulas destacadas, ou seja, fora dos parágrafos. Mais uma vez aqui temos múltiplas possibilidades:

  • Usar o ambiente displaymathExemplo:
    \begin{displaymath}
    Expressão matemática
    \end{displaymath}
  • Usar os símbolos \[ e \]Exemplo:
    \[ Expressão matemática\]
  • Usar $$Exemplo:
    $$ Expressão matemática $$

Uma outra forma de executar esta tarefa é usar o ambiente equation. Este último é um pouco diferente dos anteriores porque numera as expressões e também é permitido usar o comando \label para nomear a expressão e se poder referenciar mais tarde.

Exemplo:

\begin{equation} \label{eq:abc}

\alpha \beta \gamma

\end{equation}

Depois podemos usar \eqref{eq:abc} para fazer referência à equação.

3. Ambientes multilinhas

Para colocar expressões que ocupam mais do que uma linha, como por exemplo definir uma função por troços, podemos recorrer ao ambiente array.

$\begin{array}{lcr}
a & b & c\\
d & e & f\\
g & h & i
\end{array}$

Como qualquer ambiente começamos com \begin{array} e terminamos com \end{array}.Temos também as opções para alinhar o texto: l (left= esquerda), c (center= centro), r (right= direita) e definimos uma letra para cada coluna, no exemplo temos 3 colunas então escrevemos 3 letras – lcr – isso faz com que a primeira coluna fique alinhada à esquerda, a segunda ao centro e a terceira à direita. Se fossem 4 colunas e as quiséssemos todas alinhadas ao centro poriamos {cccc}.

Os símbolos & servem para fazer a separação das colunas, e \\ para indicar quebra de linha.

Depois há também o ambiente eqnarray que funciona como um ambiente array, com três colunas e alinhamento pré-definido rcl.

Exemplo:

\begin{eqnarray}
x &=& y \\
a &=& r \\
3 &=& 5f \\
3 &=& s
\end{eqnarray}

Todas as equações aparecem numeradas, se não o desejarmos podemos usar o comando \nonumber antes de cada equação. Se pura e simplesmente não quisermos nenhuma das equações numerada podemos usar a versão estrelada do comando, colocando \begin{eqnarray*} e \end{eqnarray*}